Resenha sobre o filme a Onda (Die Welle)

Resenha sobre o filme a Onda (Die Welle)

O filme a Onda, cujo título em alemão é Die Welle, é uma obra trágica e chocante: primeiro porque só de pensar que aquilo realmente aconteceu (embora com algumas maquiagens impostas pelo diretor Dennis Gansel); e segundo porque temas como radicalismo ideológico e autocracia ainda são defendidos por algumas pessoas.

A Onda (Die Welle), é um longa do tipo professor e alunos. Porém, não trata daquela relação tradicional, sendo, portanto, atípica e que não convém ser assistido em salas de aulas como parte da ementa disciplinar. Mas, porquê?

Apesar de quase todos os acontecimentos se passarem em um ambiente escolar e envolvendo professores e alunos do ensino secundário, temáticas como sexo, drogas e autocracia são apresentadas e encaradas de forma banal, como que parte rotineira da vida de escolares, e aceitas por pais e integrantes da escola.

O filme A Onda (Die Welle) pretende ser uma obra dramática com bastante ação. Afinal, a ideia é também representar a vida muitas vezes conturbada e agitada de certos adolescentes, com atitudes eventualmente impensadas. Essa característica ativa é percebida até mesmo nas tomadas de câmeras: os movimentos são rápidos e as cenas são curtas; as imagens são trêmulas, opção por usar na mão a câmera de filmagem ao invés do tripé; os personagens parecem gritar quando falam, além de movimentar bastante o corpo, inclusive as feições faciais.

Mas, o que conta a história do filme A Onda?

Tudo se passa dentro de uma escola alemã. Para um determinado professor - Rainer Wenger (Jürgen Vogel, na vida real) - é incumbida a tarefa de ministrar por uma semana a disciplina Autocracia. Contra a sua vontade, o docente entra em sala de aula e a partir de uma pergunta movimenta as mentes e os ideais de diversos jovens.

Motivados por um sentimento de união mas autocrático, criam um grupo que para o qual se observa adeptos e também não simpatizantes. Os que apoiam a ideia se lançam em um mundo distinto em que alguns chegam a ser radicais em demasia. A história toma rumos catastróficos.

O filme alemão A Onda aborda diversas temáticas numa produção artística aparentemente simples. A morte é um tema recorrível na maioria dos filmes, e em A Onda ela está presente. Ademais, democracia, autocracia, fascismo, nazismo, drogas, sexo, rebeldia e bullyng são temáticas apostas ao longa A Onda (Die Welle). Assista!

Título original: Die Welle
Diretor: Dennis Gansel
Elenco: Jürgen Vogel, Frederick Lau, Jennifer Ulrich, Max Mauff e outros
Gênero: Drama
Lançamento: 2008
Nacionalidade: Alemanha

Leia também:

> O Primeiro da Classe: filme que conta a história de um professor com Síndrome de Tourette 
> Santuário filme baseado na história vivida por Andrew Wight
Partilhar no Google Plus

Sobre Ciência de Arte

Se você procura arte, ciência, música, humor, dicas, economia, finanças e muito mais, você está no lugar certo! Divirta-se e atualize-se com Ciência de Arte.