Comédia em A Grande Família O Filme

A Grande Família - O Filme, é do gênero comédia. Muitos que assistem a TV brasileira já puderam ver cenas da série "A Grande Família" que passa regularmente.  

Veja também a resenha sobre o filme de comédia brasileiro:  
O engraçado do "Tapete Vermelho"

captura de tela filme a grande familiaPuderam também conhecer os principais atores que participam do programa. Os mesmos autores fazem seus devidos papéis no filme.

No  longa, procura-se de diversas formas trazer humor.Apelam para a doença, para a esterilidade, para a traição e até para a morte. No entanto, utilizam pouco ou quase nada de palavrões.

É bastante repetitivo. A história se repetirá, com pequenas mudanças, por quase todo o filme. Assim, o que poderia ser um simples programa de TV ou um curta, foi transformado em um longa. 

A Grande Família - O Filme, se inicia com música e motivos antigos, de quarenta anos atrás. Mas isso, é apenas no comecinho, logo a história é transportada para os dias atuais. E, talvez, por não existir tantos acontecimentos, ou por não ter mesmo uma história mais palpável para o longa, a história se repete por, no mínimo, três vezes.

Leia também: 

Apesar deste detalhe, é bem legal assistí-lo. Você vai poder sorrir em alguns momentos. Poderá também entrar em contato com a ideia de “segunda chance” na vida – no caso do filme, isso se estende para a terceira, quarta chance, o que não deixa de ser um bom humor.

Além do mais, você será introduzido em questões familiares. Aqueles momentos em que parecem ninguém se entender; momentos em que surgem pessoas alheias e palpitam; momentos de desconfiança, cobrança, arrependimento, enfim, toda a sorte de bem e males que se abatem sobre muitas famílias.

Apesar do humor que se pretende criar, no longa é possível apalparmos momentos de emoção. Afinal, pessoas beirarão a morte, enquanto outras darão uma segunda chance a outra, e outras pessoas se desabafarão, se declararão, conquistarão o quase impossível. 

É, sem dúvida, um filme apelativo. As diversas formas utilizadas para trazer o humor é percebida facilmente. Mas isso não é um problema, uma vez que em busca do humor, todos – ou pelo menos quase todos – os artistas buscam temas polêmicos, o cotidiano das pessoas e as mais perspicazes ideias para arrancar um sorriso.

Muitos buscam ainda, através do sexo, o humor. Os palavrões são também outra artemanha para se conseguir os sorrisos. No entanto, destaco bem que, em A Grande Família – O Filme, essas duas vertentes não são exploradas como em outros filmes de comédias, especialmente os longas brasileiros. 

A exceção da esterilidade, o tema sexológico quase não se apresenta e a ausência de palavrões é um bem presente.

Mesmo com essas ressalvas, o filme deve ser evitado às crianças, uma vez que não compreenderão o lado humorístico da questão e, por certo, interpretarão erroneamente a vida.

No mais, devo indicar o filme para que assistam. Acredito que muitos brasileiros já até possuem a noção do que é A Grande Família – O Filme, e não se escandalizarão com imagens que brincam com a morte, com a viuvez, com a doença e com outros assuntos que a meu ver merecem real respeito.

Tendo ou não assistido ao filme, interessante é que você reflita seus pensamentos aqui no nosso blogue, utilizando para isso do espaço reservado logo abaixo para comentários.  

Diretor: Maurício Farias
Elenco: Guta Stresser, Pedro Cardoso, Marco Nanini, Marieta Severo
Lançamento: 2007
Origem: Brasil

Aqui no Ciência de Arte você poderá ler além de resenhas de filmes, outros artigos sobre humor, música, literatura e até economia e finanças.  

Você também poderá gostar de ler: 

Partilhar no Google Plus

Sobre Ciência de Arte

Se você procura arte, ciência, música, humor, dicas, economia, finanças e muito mais, você está no lugar certo! Divirta-se e atualize-se com Ciência de Arte.