A escrita no tablado



Daqui vejo quatro
Um maior que três
Dois diferentes de dois
Um menor que três

Aquele engole os quatro
Um, menor, espera atento
Dois diferentes se entreolham

Abaixo um largo e escuro apara
Aquele que engole os quatro
Dois maiores e altivos
Parecem alheios à verdade

Brancas largas ao lado
E do outro um cinza só a manga
Enquanto escrevo no tablado


Autoria: Josiel Alan


Veja também outras poesias
Partilhar no Google Plus

Sobre Ciência de Arte

Se você procura arte, ciência, música, humor, dicas, economia, finanças e muito mais, você está no lugar certo! Divirta-se e atualize-se com Ciência de Arte.