Colonização em Marte - Mars One



A empresa holandesa Mars-One foi criada com a intenção de colonizar o planeta Marte. O próximo passo é enviar em 2022 um grupo de 04 pessoas voluntárias para formar a colônia marciana.

©afp.com / Fabienne Faur.
Segundo o cientista holandês Bas Lansdorp, em reunião na Universidade George Washington para apresentação da missão, a cada dois anos a colônia será abastecida. No entanto, o que é mais desafiante é o fato de que esta é uma missão sem volta: "Estabelecer uma colônia permanente em Marte implica ir sem voltar. Isso parece impressionante, mas não se pode esquecer que na história de nosso planeta, as pessoas que partiram em viagens de exploração deixaram para trás suas famílias", disse Lansdorp.

Outros desafios se referem ao tempo de viagem, que durará cerca de 7 meses e, ao meio ambiente marciano que é hostil para um terráqueo, com temperaturas média de -63° e oxigênio escasso.

Apesar dos desafios, ao que tudo indica, se depender somente de voluntários, a colonização em Marte poderá ser possível, visto que existe 78 mil voluntários para a aventura!

Mas, além de Marte, outro planeta poderá ser visitado futuramente: é o caso do Planeta Rosa GJ504B. Vale lembrar que a empresa Mars-One não tem plano de visita para tal planeta (pelo menos por enquanto!)

Leia também:

Mars One: os 100 finalistas para a viagem a Marte

Partilhar no Google Plus

Sobre Ciência de Arte

Se você procura arte, ciência, música, humor, dicas, economia, finanças e muito mais, você está no lugar certo! Divirta-se e atualize-se com Ciência de Arte.